banner rock convertPowered by Rock Convert

No momento de construir edifícios inteligentes o mais difícil é saber o que fazer e até onde temos que chegar. O limite imposto neste tipo de construções é o tamanho do investimento que está disponível.

A parte difícil é dizer ao proprietário quanto ele deve gastar e o que faltará para cobrir as suas necessidades definitivas, já que as exigências de um hospital não são as mesmas que as de um Shopping ou as de um caso bem diferente como as Casas Inteligentes ou Smart Home.

O engenheiro encarregado deve ser capaz de assessorar quais os serviços mais necessários e quais são os mais supérfluos. Precisamos entender que é possível fazer de tudo um pouco, porém, os edifícios inteligentes mal planejados podem converter-se em um gasto estratosférico que finalmente não cobre as necessidades essenciais.

Os edifícios inteligentes não são somente instalações automatizadas, mas também devem cumprir o requisito de ter todos os componentes integrados. Atualmente, muitos edifícios contam com as instalações automatizadas, mas não integradas.

Ainda que seja compreendido por todos, o termo “edifício inteligente” pode levar a uma equivocação porque a inteligência supõe um grau de independência e autonomia que um edifício não possui. O termo mais adequado nesta situação seria “edifícios com instalações automatizadas e integradas”. A integração é indispensável para que o sistema funcione com abrangência.

Com relação ao investimento, supostamente, os gastos para a integração em um sistema de instalações automatizadas não são tão altos.

Quando o proprietário decide construir instalações automatizadas já está realizando um investimento importante e o seguinte passo, que seria otimizar todos estes recursos integrando-os e conseguindo criar um verdadeiro edifício inteligente, se supõe que se trataria de um cinco ou dez por cento de toda a obra.

Além disso, a integração pode ser uma economia considerável, principalmente a funcionalidade e a gestão. O conhecimento é a base do poder, se o proprietário sabe quanta energia gasta e onde, por quê e a qual hora, poderá ajustar a estratégia para que cada um destes elementos funcione com excelência.

Consumo de energia elétrica